Fundação Alexander von Humboldt

 
A Fundação Alexander von Humboldt foi constituida para a cooperação científico-cultural internacional já no ano de 1860 em Berlim, tendo sido temporáriamente fechada depois da Segunda Guerra Mundial. Foi reinaugurada em 1953 e desde então possibilitou a mais de 20 mil cientistas de 125 países pesquisas de longa duração na Alemanha, apoiando efetivamente os contactos científicos e culturais daí resultantes. A Fundação Alexander von Humbolt criou desta maneira uma rêde ativa de cientistas de todo mundo, empenhando-se especificamente no apoio e no acompanhamento pessoal durante a permanência na Alemanha e no contacto permanente com os bolsistas, depois do seu retorno. No diálogo contínuo com os "humboldtianos" de todo mundo, a Fundação identifica novos desafios à colaboração científica e político-cultural, desenvolvendo propostas de solução, que transforma em realidade graças ao apoio de seus múltiplos patrocinadores. Em 1996 foi criado, de acordo com resolução aprovada no Simpósio da “Fundação Alexander von Humboldt”, realizado em Campinas (E. de São Paulo) , o Clube Humboldt do Brasil com o fim de ajudar a viabilização dos propósitos da Fundação e promover o encontro dos ex-bolsistas brasileiros, fomentar os contatos individuais entre cientistas alemães e nacionais e, enfim, aprofundar a corrente de intercâmbio tão profícuamente inaugurada por cada bolsista, individualmente, ao estabelecer relações com colegas alemães, ou de outras nacionalidades, durante sua permanência na Alemanha.

Português, Brasil